Engenharia Civil

Formação inovadora que capacita profissionais responsáveis e com conhecimento para construir cidades sustentáveis.

ENGENHARIA CIVIL

A Engenharia Civil FAESA oferece excelência acadêmica, infraestrutura completa e projetos de pesquisa e extensão desde o primeiro período.

Duração: 5 anos
Modalidade: Presencial
Turno: Matutino e Noturno
Formação: Bacharelado
Regime: Semestral
Mensalidade 2017:
VER MENSALIDADE R$ 1355,00
Horário das aulas:

Matutino: 7h às 12h – Noturno: 18h45 às 22h
*Podendo sofrer alterações conforme estrutura curricular.

Reconhecido pela Portaria MEC Nº. 1.094 de 24 de dezembro de 2015.


  • O curso
  • Professores
  • Disciplinas
  • Inovação Pedagógica
  • Projeto Integrador

O curso

A FAESA forma Engenheiros Civis com competência em planejamento, execução e gerenciamento das mais simples às mais complexas obras estruturais e de transportes, como estradas, ferrovias, portos, fábricas e empreendimentos imobiliários.

A responsabilidade deste profissional está diretamente relacionada à maneira como as cidades se desenvolvem, por isso, formar cidadãos-engenheiros capazes de assimilar os desafios do rápido desenvolvimento tecnológico e da globalização é missão do curso da FAESA, que trabalha sob a perspectiva do crescimento econômico baseado na harmonia entre tecnologia, homem e meio ambiente, com atenção constante à sustentabilidade.

COORDENADOR(A)

Prof. José Tasso Aires de Alencar

MestreMestre em Engenharia de Produção

Fale com a coordenação: jose.alencar@faesa.br


  • Área de Atuação
  • Perfil Profissional
  • Mercado de Trabalho

O engenheiro civil egresso da FAESA poderá atuar:

– na construção de edificações e áreas de engenharia civil;
em atividades de projetos e consultoria técnica em engenharia civil nas áreas da construção civil, estruturas e transporte;
– no planejamento, supervisão e auditoria de projetos de engenharia;
– no gerenciamento de implantação de projetos de diversas áreas da engenharia;
– na operação de sistemas de transporte;
– na realização de ensaios de controle tecnológico;
– em pesquisa e ensino de nível superior.

O engenheiro civil formado pela FAESA possui competências e habilidades específicas para:

– planejar, supervisionar e auditar projetos de engenharia civil focando soluções que privilegiem o uso racional de recursos;
– dimensionar e integrar recursos físicos, humanos e financeiros a fim de produzir soluções de engenharia civil, com eficiência e ao menor custo, considerando a possibilidade de melhoria contínua;
– aplicar conhecimentos matemáticos, científicos, tecnológicos e instrumentais para projetar sistemas estruturais, construtivos e de transporte e auxiliar na tomada de decisões, levando em consideração os limites e as características das comunidades envolvidas;
– prever e analisar demandas, selecionar conhecimento científico e tecnológico, projetando soluções de engenharia ou melhorando suas características e funcionalidade;
– utilizar indicadores de desempenho, sistemas de custeio, bem como avaliar a viabilidade econômica e financeira de projetos;
– gerenciar e otimizar o fluxo de informação nas empresas utilizando tecnologias adequadas.

O curso de Engenharia Civil forma profissionais para exercer funções gerenciais, técnicas, de assessoria e de consultoria. Sabe-se, porém, que o momento é de mudanças. Novos paradigmas são incorporados diariamente à vida do engenheiro e trazidos até a escola, considerando a necessidade de desenvolver o espírito empreendedor e gerencial no profissional, procurando assim ocupar um espaço que antes não era preenchido em pequenas e médias empresas.

Aline dos Santos Silva Mestre
Aline Gonçalves Louzada Mestre
Anderson Buss Woelffel Mestre
Brunna Oliveira Guimarães Mestre
Flávia Pitanga Calil Salim Mestre
Getulio Vargas Loureiro Doutor
Janaina Pena Soares de Oliveira Mestre
Joice Tosta Mestre
José Alves Rodrigues Mestre
José Mello Mestre
Kennedy Scopel Gomes Mestre
Leonardo Santos Gorza Mestre
Lucia Helena Sagrillo Pimassoni Mestre
Lúcio Passos Patrocínio Mestre
Manoel Rodrigues Mestre
Maria Cláudia Lima Couto Mestre
Max Mauro Coser Mestre
Merly Yalud Carrasco Delgado Mestre
Michela Sagrillo Pegoretti Fadini Mestre
Milton Carvalho Bernardo Mestre
Nelson Rubens Nascimento Del'Antonio Mestre
Newton Eloi Oliveira de Azevedo Mestre
Osmar Soares Barros Mestre
Tarcisio Batista Bobbio Mestre
Vinícius Braga Pelissari Mestre
Warley Teixeira Guimarães Mestre

1º Período

  • Cálculo I
  • Ciências do Ambiente
  • Desenho Técnico
  • Geologia
  • Introdução à Engenharia
  • Organização do Trabalho Científico

2º Período

  • Álgebra Linear e Geometria Analítica
  • Cálculo II
  • Desenho de Engenharia
  • Física Experimental I
  • Física I
  • Mecânica dos Solos I

3º Período

  • Cálculo III
  • Física Experimental II
  • Física II
  • Mecânica dos Solos II
  • Mecânica Geral
  • Sociologia
  • Topografia

4º Período

  • Equações Diferenciais
  • Física Experimental III
  • Física III
  • Química Geral
  • Resistência dos Materiais
  • Técnicas de Programação I

5º Período

  • Análise Estrutural I
  • Cálculo Numérico
  • Ciência e Tecnologia dos Materiais
  • Circuitos e Instrumentação
  • Fenômenos de Transporte
  • Probabilidade e Estatística

6º Período

  • Análise Estrutural II
  • Empreendedorismo e Gestão Estratégica
  • Instalações Elétricas
  • Hidráulica
  • Materiais de Construção Civil I

7º Período

  • Economia da Engenharia
  • Engenharia de Tráfego
  • Estruturas de Concreto I
  • Hidrologia
  • Materiais de Construção Civil II
  • Sistema de Abastecimento de Água

8º Período

  • Construção Civil I
  • Estruturas de Concreto II
  • Fundações
  • Instalações Hidráulico-Sanitárias
  • Projeto de Estradas

9º Período

  • Águas Residuárias I
  • Construção Civil II
  • Estruturas de Madeira
  • Estruturas Metálicas
  • Optativa I
  • Projeto do Trabalho de Conclusão de Curso

10º Período

  • Ética e Orientação Profissional
  • Gestão de Riscos e Segurança do Trabalho
  • Optativa II
  • Optativa III
  • Planejamento e Controle das Construções
  • Trabalho de Conclusão de Curso
  • Atividades Complementares
  • Estágio Supervisionado

Optativas

  • Aeroportos, Portos e Vias Navegáveis
  • Concreto Protendido
  • Estruturas em Cascas
  • Inovação e Tecnologia na Construção
  • Pontes e Obras de Arte
  • Projeto de Ferrovias
  • Técnicas Construtivas e Estudos de Patologias
  • Tópicos Especiais em Engenharia Civil
  • Transporte Urbano
  • Planejamento de Sistemas de Transportes
  • Águas Residuárias II
  • Avaliação de Impacto Ambiental
  • Físico-Química
  • Geoprocessamento
  • Petróleo, Gás e Meio Ambiente
  • Planejamento e Gestão Ambiental
  • Poluição Ambiental
  • Recursos Hídricos
  • Resíduos Sólidos
  • Direito Empresarial
  • Termodinâmica Aplicada e Máquinas Térmicas
  • Transferência de Calor e Massa
  • Libras

A inovação pode ser entendida como um conjunto de intervenções, decisões e processos que, com certo grau de intencionalidade e sistematização, alteram atitudes, culturas, ideias, conteúdos, modelos e práticas.

Aplicando-se este conceito à educação, é pertinente considerar que as inovações pedagógicas buscam novas formas para promoverem a elaboração e a administração do currículo, das relações em sala de aula e do espaço escolar, de forma diferenciada, por meio de uma perspectiva renovadora de programas e projetos, materiais curriculares, estratégias de ensino e aprendizagem, modelos didáticos, visando à construção dos conhecimentos socialmente relevantes, que permitam o desenvolvimento de uma nova formação mais compreensiva e integral dos alunos.

SAIBA MAIS

A criação do “Projeto Integrador” do curso de Engenharia Civil representa um diferencial metodológico. Ao longo de todo o curso, o aluno irá realizar o projeto completo de edificação de um prédio, executado nas diferentes disciplinas do curso. Para isso, foi preciso rever o currículo do curso, de tal forma que, em todos os períodos, há disciplinas envolvidas na elaboração do projeto de edificação. O Projeto Integrador tem o objetivo de desenvolver competências de interdisciplinaridade durante o curso, promovendo a aprendizagem com autonomia.

No curso de Engenharia Civil, o projeto teve início com os alunos ingressantes do primeiro semestre de 2015.  No início do projeto, os alunos visitam o terreno onde deverá ser construído o prédio projetado. O terreno está localizado na FAESA Campus Cariacica, que oferece ótimas condições para estudos de viabilidade.

O projeto de edificação completo inclui laudo geotécnico do solo da região, análise da necessidade de estabilização do solo, dimensionamento dos pilares da edificação, da bomba hidráulica, do esforço das vigas, das instalações elétricas, da rede de captação e uso da água da chuva, da alteração do trânsito no local, do tratamento do esgoto, do impacto ambiental, da planilha orçamentária, da cobertura do obra e projeto estrutural da área de lazer, entre outros detalhamentos necessários para concluir todo o projeto.

Com isso, o aluno de Engenharia Civil, ao final do curso, terá em seu currículo um projeto completo, com todos os requisitos necessários para a realização de uma obra moderna, que atenda todos os princípios legais e recomendações técnicas atuais.

Fonte: Revista de Pesquisa e Extensão 2015