Conheça nossos cursos
Conheça nossos cursos

Psicologia

Psicólogo: áreas de atuação, quanto ganha e mais!

FAESA

Blog

Psicologia

Psicólogo: áreas de atuação, quanto ganha e mais!

Por Equipe FAESA em Jul 10, 2023 9:00:00 AM | 9 min de leitura

A psicologia é uma área que desperta o interesse de muitos estudantes universitários, mas como funciona a carreira de um psicólogo? Quais são as áreas de atuação mais comuns? E, quanto ganha um profissional dessa área? Neste artigo, vamos explorar essas questões e fornecer um panorama geral da carreira de psicólogo no Brasil.

A profissão de psicologia tem uma ampla gama de áreas de atuação, desde a clínica até a organizacional. Mas, afinal, quais são as principais áreas de atuação da psicologia? Além disso, como se tornar um psicólogo? Qual é o caminho até se tornar um profissional bem-sucedido? E quais são os desafios enfrentados por quem escolhe essa carreira? Continue lendo para descobrir tudo sobre a carreira de psicólogo!

Como se tornar um psicólogo

Se tornar um psicólogo é uma escolha de carreira muito interessante para aqueles que gostam de lidar com as emoções humanas e ajudar as pessoas a superar problemas pessoais e emocionais. No entanto, é importante saber que essa profissão requer muita dedicação e, acima de tudo, estudos.

Graduação em psicologia

Para se tornar psicólogo é necessário ter um curso superior em psicologia em uma universidade reconhecida pelo MEC. O curso tem duração de cinco anos e compreende matérias como, teorias da personalidade, psicopatologia, neuropsicologia, psicologia clínica e muito mais.

Estágios

Durante a graduação, os estudantes de psicologia realizam estágios para adquirir experiência prática. Desse modo, os estágios podem ser feitos em instituições como hospitais, clínicas e escolas, onde os estudantes terão a oportunidade de aplicar o conhecimento adquirido em sala de aula.

Especializações

Após a graduação, é possível se especializar em uma das diversas áreas da psicologia, como psicologia clínica, psicologia infantil, psicologia social, psicologia organizacional, entre outras. As especializações são cursos de pós-graduação, com duração média de dois anos e possibilitam ao profissional aprofundar seus conhecimentos para se tornar especialista em determinada área.

Registro no Conselho Regional de Psicologia

Para atuar como psicólogo é necessário estar registrado no Conselho Regional de Psicologia do estado em que atua. O registro é feito após a conclusão da graduação em psicologia e a apresentação de documentos como diploma e histórico escolar. Além disso, o profissional deve pagar uma taxa de registro e anuidade ao Conselho.

O que faz um psicólogo

Principais áreas de atuação da psicologia

A psicologia é um campo de atuação que abrange diversos campos de atuação, e por isso, há muitas opções de especializações para os psicólogos.

Psicologia Clínica

A Psicologia Clínica é a área mais conhecida da psicologia. Nessa especialização, o psicólogo atua no atendimento clínico em consultórios e hospitais, atendendo pacientes com problemas emocionais, psicológicos e comportamentais. O objetivo é ajudar o paciente a compreender as suas dificuldades e sentir-se melhor consigo mesmo e com as pessoas ao seu redor.

Os profissionais que atuam nessa área possuem grande responsabilidade, devendo atender com ética e sigilo todas as informações repassadas pelo paciente.

Psicologia do Trabalho

É uma especialização bastante conhecida. Nesse campo, o psicólogo atua em empresas e organizações, auxiliando no desenvolvimento de soluções para vários problemas, como recrutamento e seleção de funcionários, avaliação de desempenho, desenvolvimento de programas de treinamento, diagnóstico e prevenção de problemas emocionais no ambiente de trabalho.

Assim, os profissionais que trabalham nesse campo de atuação precisam adquirir habilidades sociais e de liderança, saber trabalhar em equipe e lidar com situações de pressão.

Psicologia Escolar

É uma área que vem ganhando destaque nos últimos anos. O psicólogo escolar atua nas instituições de ensino, auxiliando no desenvolvimento emocional e comportamental dos alunos, e ajudando o corpo docente nas atividades de orientação educacional e profissional. Além disso, o profissional precisa saber lidar com diferentes faixas etárias e conhecer as políticas educacionais vigentes para promover um ambiente escolar saudável, acolhedor e produtivo para todos.

Neuropsicologia

A Neuropsicologia é uma especialização que tem ganhado destaque. Nesse campo, o psicólogo atua no diagnóstico e tratamento de problemas relacionados ao sistema nervoso central, como distúrbios cognitivos e comportamentais, lesões cerebrais e transtornos neurodegenerativos. Assim, os profissionais precisam adquirir conhecimentos aprofundados em anatomia e fisiologia do sistema nervoso, além de se manterem atualizados sobre os avanços da neurociência.

Psicologia Social

É um campo de atuação que estuda o comportamento humano na sociedade. Desse modo, busca entender como as pessoas se relacionam, compreender as atitudes, crenças e valores de diferentes grupos e ajudar na resolução de conflitos em comunidades.

Psicologia Hospitalar

É considerada uma especialização que envolve o atendimento a pacientes em hospitais, em casos de internação, tratamento de doenças crônicas e paliativos. O psicólogo hospitalar contribui para a humanização do tratamento de saúde, oferecendo suporte emocional e psicológico aos pacientes e familiares. Assim, devem possuir  habilidades de acolhimento, empatia e capacidade de adaptação a ambientes hospitalares.

Por tanto, essas são algumas das áreas de atuação da psicologia. Cada uma delas exige conhecimentos específicos, habilidades técnicas e comportamentais, além de um profundo senso de ética e comprometimento com o paciente.

Os desafios da carreira de psicólogo

A carreira de psicólogo é uma das mais gratificantes e desafiadoras que existem. Assim, exige muito conhecimento técnico e habilidades interpessoais, a fim de ajudar as pessoas a lidarem com seus problemas e desafios emocionais. No entanto, há também desafios específicos que os psicólogos enfrentam ao longo de sua carreira. Aqui estão alguns deles:

O alto grau de responsabilidade

Os profissionais são responsáveis por ajudar seus pacientes a superarem problemas emocionais, e isso exige uma abordagem cuidadosa e responsável. Isso significa que os psicólogos precisam ser éticos em todas as suas interações com seus pacientes, mantendo a privacidade e a confidencialidade. Dessa forma, é uma responsabilidade enorme, e qualquer erro pode levar a danos emocionais significativos.

Lidando com pacientes difíceis

Os psicólogos precisam estar sempre prontos para lidar com pacientes difíceis. Às vezes, as pessoas que procuram ajuda podem estar, no momento, muito preocupadas, desesperadas ou céticas sobre o tratamento psicológico, o que pode tornar a terapia uma tarefa árdua e desafiadora. Por isso, é necessário paciência, habilidades interpessoais e um alto grau de empatia para ajudar esses pacientes.

Equilibrando vida profissional e pessoal

Os especialistas em psicologia enfrentam um desafio constante para equilibrar sua vida pessoal e profissional. Dessa maneira, como a maioria atua em clínicas privadas, eles podem ter que trabalhar longas horas, inclusive nos fins de semana. Além disso, os psicólogos precisam manter um equilíbrio emocional e cuidar da sua própria saúde mental para continuar ajudando os pacientes.

Manter-se atualizado

A ciência da psicologia está sempre evoluindo e mudando, por isso é importante para os psicólogos manterem-se atualizados sobre as mais recentes pesquisas, técnicas e práticas. Para fazer isso, os psicólogos devem ser ávidos leitores e frequentes participantes de workshops, seminários e palestras de especialistas.

Trabalhando em equipe

Os psicólogos frequentemente trabalham em equipe multidisciplinar para tratar seus pacientes. Eles colaboram com médicos, enfermeiros e outros profissionais para obter um diagnóstico preciso, para prescrever medicamentos ou desenvolver um plano de tratamento abrangente. Bem como, precisam se comunicar com os familiares dos pacientes a fim de juntar informações importantes para o processo de tratamento.

Perspectivas para a profissão nos próximos anos

Tecnologia e Psicologia

Com o desenvolvimento da tecnologia, a profissão de psicologia também está em constante evolução. As perspectivas para o futuro da psicologia são promissoras, pois a tecnologia pode ajudar a tornar o acesso à terapia e a identificação de problemas mais fácil e acessível. Por exemplo, a telepsicologia é uma tendência crescente, em que o atendimento psicológico é realizado via internet. Assim, essa opção permite que pacientes tenham acesso à terapia de qualquer lugar, seja em regiões remotas ou em situações de isolamento social.

Outro aspecto importante da evolução tecnológica são as pesquisas na área de inteligência artificial, que podem ajudar os profissionais de psicologia a identificar padrões de comportamento e prever resultados. Logo, essas informações podem ser utilizadas para melhorar diagnósticos e tratamentos.

Valorização da saúde mental

A valorização da saúde mental é uma tendência que vem ganhando força nos últimos anos. Cada vez mais empresas, escolas e organizações estão se preocupando com a saúde mental de seus colaboradores e oferecendo programas de prevenção e tratamento. Além disso, os usuários estão cada vez mais conscientes sobre a importância de cuidar da saúde mental, o que aumenta a procura por profissionais de psicologia.

Ainda há muito preconceito e estigma em relação às doenças mentais, mas a tendência é que, nos próximos anos, a conscientização e o conhecimento sobre saúde mental sejam ainda maiores, o que pode resultar em uma procura ainda maior pelos serviços de psicologia.

Oportunidades em novas áreas de atuação

A psicologia é uma área bastante ampla, com diversas especialidades. A tendência é que novas áreas surjam, com o desenvolvimento de novas tecnologias e tendências. Por exemplo, a psicologia esportiva é uma especialidade que vem ganhando destaque, com a crescente preocupação com o bem-estar físico e emocional de atletas de alto rendimento. Também, outra área que vem sendo explorada é a psicologia criminal, que estuda o comportamento humano na prática de crimes e ajuda na identificação de perfis criminosos.

A tendência é que, nos próximos anos, novas áreas de atuação surjam, como a psicologia ambiental, a psicologia do envelhecimento e a psicologia voltada para a educação sexual, por exemplo, e isso amplia as oportunidades de trabalho para profissionais de psicologia.

A demanda por profissionais capacitados

Com o aumento da procura pelos serviços de psicologia, a demanda por profissionais altamente capacitados também aumenta. A tendência é que os pacientes busquem cada vez mais por profissionais especializados em suas áreas de interesse, o que significa que a formação e a atualização constante serão ainda mais importantes.

A busca por uma formação complementar e a participação em cursos de especialização podem ser pontos importantes para se diferenciar no mercado de trabalho e atender às demandas dos pacientes.

Quanto ganha um psicólogo no Brasil

Os psicólogos são profissionais muito importantes no Brasil, pois ajudam a promover o bem-estar mental das pessoas. Eles atuam em diversas áreas, desde o atendimento clínico em consultórios particulares até a atuação em empresas, escolas e hospitais.

Existem diferentes faixas salariais para psicólogos no país, que variam de acordo com a área de atuação, formação e também região onde atuam.

Salário médio de um psicólogo

Segundo dados do Conselho Federal de Psicologia, o salário médio de um psicólogo no Brasil é de R $2.700,00 para uma jornada de trabalho de 30 horas por semana. Entretanto, esse valor pode variar para mais ou para menos, dependendo da região onde atua e da experiência profissional.

Salário de acordo com a área de atuação

O salário de um psicólogo pode variar de acordo com sua área de atuação. Por exemplo, quem atua na área clínica pode ter uma média salarial maior do que quem trabalha em áreas como recursos humanos ou assistência social.

De acordo com a pesquisa do Conselho Federal de Psicologia, os psicólogos que trabalham em hospitais e clínicas particulares podem ganhar em média R$ 3.500,00. Já aqueles que atuam em empresas privadas têm uma média salarial de R$ 3.600,00 por mês.

Salário de acordo com a região

Os salários também podem variar de acordo com a região onde o psicólogo atua. Em áreas mais desenvolvidas, como São Paulo e Rio de Janeiro, os salários podem ser mais altos devido ao maior número de empresas e hospitais.

No entanto, regiões menos desenvolvidas também podem oferecer boas oportunidades para psicólogos. Por exemplo, em cidades do interior, onde há menos profissionais da área, a demanda pode ser maior e, consequentemente, os salários são mais atrativos.

O que afeta o salário de um psicólogo?

Além da área de atuação e da região, outros fatores podem afetar o salário de um psicólogo. A formação é um desses fatores, sendo que profissionais com mestrado ou doutorado na área tendem a ganhar salários mais altos.

Outro fator importante é a experiência profissional. Psicólogos recém-formados podem ter salários menores em comparação com aqueles que já possuem anos de atuação no mercado.

Portanto, a carreira de psicólogo é repleta de oportunidades e desafios. Com diversas áreas de atuação, é possível encontrar um caminho que se adeque aos interesses e habilidades pessoais. Dessa maneira, para ingressar na profissão, é fundamental investir na formação acadêmica e buscar experiências práticas durante o processo. No Brasil, o salário de um psicólogo varia bastante, mas, em geral, a remuneração é justa e condizente com a formação e atualização profissional.

Os desafios enfrentados pelos psicólogos incluem a constante necessidade de atualização, o gerenciamento de demandas emocionais elevadas e a adaptação às novas abordagens e tecnologias. No entanto, as perspectivas para a profissão nos próximos anos são promissoras, sobretudo considerando as crescentes preocupações com a saúde mental e o bem-estar.

Logo, para quem se identifica com a área da psicologia e almeja contribuir positivamente na vida das pessoas, a carreira de psicólogo pode ser uma escolha gratificante e recompensadora. Mas, como em qualquer outra profissão, dedicação, esforço e comprometimento são fundamentais para alcançar o sucesso e fazer a diferença no campo da saúde mental.

Psicologia

Veja mais conteúdos da UMC sobre EAD e educação

Principais disciplinas do curso de Psicologia: as matérias mais importantes

A psicologia, considerada uma das ciências mais complexas e fascinantes. Dada a sua amplitude e profundidade, a ...
5 min de leitura

Quanto ganha um Psicólogo: mercado de trabalho e mais!

Atualmente, a psicologia é uma das áreas profissionais que mais cresce em todo o mundo. Contudo, uma pergunta comum ...
4 min de leitura

Descubra os melhores Cursos na Área de Saúde

O crescimento do setor da saúde, sinalizam um cenário propício para aqueles que desejam dedicar-se nessa área. Nesse ...
9 min de leitura
Ver mais conteúdossobre Psicologia