Conheça nossos cursos
Conheça nossos cursos

Engenharia Elétrica

Engenheiro Elétrico: função, salário e perfil!

FAESA

Blog

Engenharia Elétrica

Engenheiro Elétrico: função, salário e perfil!

Por Equipe FAESA em Jun 30, 2023 8:53:15 AM | 8 min de leitura

Se você é fascinado pelo mundo da eletricidade e busca uma carreira na área, a engenharia elétrica pode ser a escolha certa para você. Essa profissão, além de promissora, é responsável por promover a eficiência energética e desenvolver tecnologias sustentáveis.

Mas, afinal, o que um engenheiro elétrico faz? Esses profissionais são responsáveis por projetar, desenvolver e testar sistemas de geração, transmissão e distribuição de energia elétrica, além de trabalhar com tecnologias como automação industrial e eletrônica, sempre buscando a eficiência no uso da energia.

Neste artigo, você aprenderá tudo o que precisa saber sobre a carreira de engenheiro elétrico, desde as suas áreas de atuação até o salário, passando por dicas para se destacar no mercado de trabalho. Não perca essa oportunidade de traçar um perfil profissional de sucesso na área de engenharia elétrica. Leia agora mesmo!

O que faz um engenheiro elétrico?

O engenheiro elétrico é responsável pelo projeto, construção, manutenção e supervisão dos sistemas elétricos presentes em residências, empresas e indústrias. Assim, sua função é garantir que a energia elétrica possa ser utilizada com eficiência, segurança e de forma sustentável.

Assim, os profissionais também estão envolvidos na resolução de problemas técnicos, na manutenção e reparo de sistemas elétricos, na realização de testes e medições, além de pesquisa e desenvolvimento de novas tecnologias. Dessa forma, trabalham em diversos setores, como indústria, telecomunicações, energia, automação e consultoria, desempenhando um papel fundamental na criação e melhoria de tecnologias elétricas e eletrônicas.

Áreas de atuação do Engenheiro elétrico

Como se tornar um engenheiro elétrico

Se você é fascinado pelas áreas de eletrônica, eletrotécnica e energia elétrica, e gostaria de atuar profissionalmente nesses campos, uma das opções é se tornar engenheiro elétrico. Para isso, é preciso seguir alguns passos importantes, que incluem formação acadêmica e qualificação.

Formação Acadêmica

O primeiro passo para se tornar um engenheiro elétrico é obter formação acadêmica na área. Dessa forma, é preciso cursar uma graduação em engenharia elétrica, que tem duração de cinco anos em média. Assim, durante o curso, os alunos estudam disciplinas como circuitos elétricos, eletrônica, controle de processos, sistemas de energia, entre outras.

As faculdades de engenharia elétrica podem, também, oferecer diversas especializações e cursos de pós-graduação, que complementam a formação e aprimoram o conhecimento na área. Alguns exemplos são: Automação e Controle, Eletrônica, Energias Renováveis, entre outros.

Qualificação Profissional

Depois de formado na área de engenharia elétrica, é preciso obter qualificação profissional, para se destacar no mercado de trabalho. Dessa maneira, uma das opções é obter a certificação do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA), que atesta a formação e qualificação do profissional.

Além disso, outras formas de aprimorar a qualificação é participar de programas de trainee em empresas da área, realizar cursos de especialização e pós-graduação, além de participar de eventos e congressos da área, entre outros.

Áreas de Atuação do engenheiro elétrico

A formação em Engenharia Elétrica abre portas para diversas áreas de atuação. O profissional pode atuar em empresas de energia elétrica, indústrias, empresas de automação, empresas de informática, entre outras. Algumas áreas específicas de destaque são:

  • Controle e Automação: desenvolvimento e implantação de sistemas para controle de processos e automação de equipamentos, linhas de produção e sistemas de robótica. Dessa forma, envolve o uso de sensores, atuadores e algoritmos de controle para otimizar a operação dos sistemas.
  • Energias Renováveis: planejamento e implementação de projetos de geração de energia a partir de fontes renováveis, como solar e eólica. Dessa maneira, inclui o desenvolvimento de usinas elétricas, linhas de transmissão, subestações e sistemas de controle de energia.
  • Eletrônica: desenvolvimento de circuitos eletrônicos, componentes e equipamentos eletrônicos, ou seja, trabalha com placas de circuito impresso, sistemas embarcados, microprocessadores, sensores e dispositivos eletrônicos em geral.
  • Energia: projetos de geração, transmissão e distribuição de energia elétrica;
  • Automação industrial: desenvolvimento de sistemas de automação de processos industriais;
  • Telecomunicações: Envolve o projeto e desenvolvimento de sistemas de comunicação, como redes de telefonia, transmissão de dados, sistemas de rádio e televisão. Assim, os engenheiros trabalham com antenas, dispositivos de comunicação e tecnologias de transmissão.
  • Eletrônica de Potência: Projeto e desenvolvimento de dispositivos e sistemas para conversão e controle de energia elétrica. Isso envolve o uso de componentes eletrônicos de alta potência, como transformadores, inversores e retificadores.

O mercado de trabalho para engenheiros elétricos

Os engenheiros elétricos são responsáveis por projetar, desenvolver e manter sistemas elétricos e eletrônicos. Por isso, a demanda por eles é alta em setores como a indústria automotiva, de energia, tecnologia da informação, entre outros.

Perfil do engenheiro elétrico 

O perfil de um engenheiro elétrico inclui habilidades técnicas, conhecimento teórico e competências profissionais necessárias para realizar as tarefas da profissão. Aqui estão alguns aspectos do perfil de um engenheiro elétrico:

Conhecimento técnico

Um engenheiro elétrico precisa ter um conhecimento sólido de princípios de engenharia elétrica, matemática, física e eletrônica e isso inclui compreender circuitos elétricos, sistemas de energia, eletrônica de potência, controle de sistemas, telecomunicações e outros campos relacionados.

Capacidade de resolução de problemas

Um bom engenheiro elétrico é capaz de identificar e resolver problemas complexos relacionados a sistemas elétricos e eletrônicos. Desse modo, devem ter habilidades analíticas e serem capazes de aplicar métodos de resolução de problemas para encontrar soluções eficientes.

Habilidades de projeto

Um especialista em engenharia elétrica precisa ser capaz de projetar e desenvolver sistemas elétricos, que envolve a capacidade de utilizar softwares de design, criar esquemas elétricos, selecionar componentes adequados, realizar cálculos de dimensionamento e considerar aspectos de segurança.

Conhecimento de normas e regulamentos

 É fundamental que um engenheiro elétrico esteja familiarizado com as normas e regulamentos aplicáveis à sua área de atuação. Assim, estão incluídas as normas de segurança elétrica, regulamentos de construção, padrões de qualidade e outros requisitos legais e técnicos.

Habilidades de comunicação e trabalho em equipe

Um engenheiro elétrico precisa ser capaz de se comunicar efetivamente com colegas, clientes e outros profissionais. Além disso, eles devem ser capazes de trabalhar em equipe, colaborando com outros engenheiros, técnicos e profissionais de diferentes áreas.

Atualização contínua

A área da engenharia elétrica está em constante evolução, por isso, é importante que um engenheiro elétrico esteja disposto a se manter atualizado sobre novas tecnologias, avanços e tendências na área. Por isso, participar de cursos, treinamentos e conferências é uma forma de se manter atualizado.

Ética profissional

O profissional da engenharia elétrica deve agir de acordo com princípios éticos, cumprindo as normas de conduta profissional e levando em consideração aspectos de segurança, sustentabilidade e responsabilidade social em seu trabalho.

Essas são algumas características e habilidades importantes para um engenheiro elétrico. Vale ressaltar que, cada profissional pode ter suas próprias competências e áreas de especialização, de acordo com seus interesses e experiências.

Oportunidades de emprego

Por serem profissionais altamente capacitados e com ampla área de atuação, os engenheiros elétricos têm diversas oportunidades de emprego em empresas privadas e públicas.

Algumas empresas que costumam contratar engenheiros elétricos, são:

  • Petrobras;
  • Itaipu Binacional;
  • Vale;
  • Azul Linhas Aéreas.

Como se destacar na área de engenharia elétrica

A área de engenharia elétrica é uma das mais procuradas e valorizadas no mercado atualmente. Com o avanço tecnológico, as empresas e indústrias têm aumentado a necessidade de profissionais capacitados nessa área. No entanto, para se destacar na profissão, é preciso mais do que uma formação sólida e conhecimento técnico.

Invista na sua formação acadêmica e conhecimento técnico

Para se destacar na área de engenharia elétrica, é fundamental que o profissional invista em sua formação acadêmica e conhecimento técnico. Desse modo, cursos de pós-graduação, especializações e treinamentos específicos são essenciais para atualização constante, aquisição de novas habilidades e capacitação em tecnologias emergentes. Além disso, é preciso estar sempre atualizado sobre as normas e regulamentações da área.

Desenvolva habilidades interpessoais e liderança

Não basta apenas ter um vasto conhecimento técnico para se destacar na área de engenharia elétrica. Assim, habilidades interpessoais, como a comunicação efetiva, o trabalho em equipe e a liderança são fundamentais para o sucesso nessa profissão. Então, um profissional que sabe se comunicar bem e liderar equipes é visto com bons olhos pelas empresas, uma vez que ele é capaz de coordenar projetos de forma eficiente.

Construa uma rede de contatos e esteja presente no mercado

Construir uma rede de contatos é fundamental para se destacar na área de engenharia elétrica. Dessa maneira, é importante participar de eventos, conhecer novos profissionais e manter contato com ex-colegas de trabalho, com o objetivo de ampliar sua rede de contatos. Bem como, estar presente no mercado e ser ativo em fóruns e grupos de discussão é uma maneira de demonstrar seu conhecimento e se tornar referência na área.

Seja proativo e busque constantemente novos desafios

Ser proativo e buscar constantemente novos desafios é uma característica valorizada na área de engenharia elétrica. Por isso, procurar constantemente por melhorias nos processos, propor soluções inovadoras e estar sempre atento às novas tecnologias são formas de demonstrar proatividade e apresentar um diferencial em relação aos demais profissionais.

Fortaleça sua marca pessoal e apresentação pessoal

Fortalecer sua marca pessoal e apresentação pessoal é uma forma de se destacar no campo da engenharia elétrica. Então, adquirir um currículo bem elaborado, estar presente nas redes sociais e participar ativamente de grupos relacionados à área são atitudes que reforçam sua imagem profissional. Além disso, é fundamental estar sempre bem apresentado e preparado para entrevistas e reuniões com clientes e parceiros.

Esteja atento aos desafios do mercado 

A área de engenharia elétrica está em constante transformação, com o surgimento de novas tecnologias e a evolução de processos. Assim, para se destacar na profissão, é importante estar atento aos desafios do mercado e buscar oportunidades em áreas emergentes, como a inteligência artificial, a robótica e a internet das coisas. Ainda por cima, é preciso estar aberto a novas experiências e ser capaz de se adaptar às mudanças.

Quanto ganha um engenheiro elétrico?

Engenheiro elétrico é um profissional da área da engenharia que se dedica ao estudo, pesquisa, projeto e desenvolvimento de sistemas elétricos. Esse profissional atua em diversas áreas, desde o setor industrial até a área de serviços públicos.

Salário de um engenheiro elétrico

O salário médio de um engenheiro elétrico varia de acordo com diversos fatores, como a empresa em que trabalha, região do país onde atua, nível hierárquico e a experiência profissional. Em geral, um profissional com formação em engenharia elétrica pode ganhar entre R$ 6.000 e R$ 12.000 por mês.

Dessa forma, a carreira de engenheiro elétrico é repleta de desafios e oportunidades. Como vimos ao longo deste artigo, a profissão exige dedicação, estudo e atualização constante para garantir um bom posicionamento no mercado de trabalho, sobretudo em função da complexidade e da constante evolução do setor. 

Além disso, é fundamental estar atento às demandas e necessidades específicas de cada área de atuação, seja no desenvolvimento de projetos, na gestão de sistemas elétricos ou na pesquisa e inovação.

O salário de um engenheiro elétrico é atrativo e pode ser aprimorado mediante especializações e experiências acumuladas ao longo da trajetória profissional. Assim, para se destacar na área e garantir um futuro promissor, é indispensável investir na formação acadêmica e nas habilidades técnicas e comportamentais. 

Afinal, o sucesso no setor de engenharia elétrica depende não apenas do domínio das competências técnicas, mas também da capacidade de trabalhar em equipe, resolver problemas e adaptar-se às mudanças.

Portanto, se você tem interesse em seguir essa carreira, saiba que o caminho será longo e exigirá muito empenho, mas certamente poderá trazer grandes recompensas, pois a engenharia elétrica é uma área com amplas possibilidades de atuação, que permite o profissional a contribuir significativamente para o desenvolvimento da sociedade e do país, além de abrir portas para atuações internacionais.

Logo, mantenha-se motivado, atualizado e sempre em busca de crescimento profissional e, assim, sem dúvida, você traçará um perfil de sucesso na engenharia elétrica.

Engenharia Elétrica

Veja mais conteúdos da UMC sobre EAD e educação

Quanto ganha um Engenheiro Elétrico

A engenharia elétrica é uma profissão que oferece um leque de oportunidades no mercado de trabalho. Contudo, a ...
5 min de leitura

Curso de Engenharia Elétrica: como é, disciplinas e mais!

Você certamente já se deparou com a profissão de engenheiro elétrico, certo? Mas, afinal, você conhece detalhadamente o ...
6 min de leitura
Ver mais conteúdossobre Engenharia Elétrica