Conheça nossos cursos
Conheça nossos cursos

ENEM

Enem: o que é, para que serve e mais!

FAESA

Blog

ENEM

Enem: o que é, para que serve e mais!

Por Equipe FAESA em Feb 7, 2024 9:00:00 AM | 5 min de leitura

A passagem pelo Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é um marco significativo na vida de milhares de estudantes brasileiros. Com sua relevância incontestável no acesso ao ensino superior, o Enem se torna um horizonte repleto de oportunidades e desafios. 

 A jornada rumo à conquista de uma boa nota envolve dedicação e método, aspectos que podem ser determinantes para um desempenho de sucesso. Convidamos você, estudante ou interessado, a navegar por este guia completo, onde exploraremos cada detalhe, desde a inscrição até dicas preciosas de preparação, garantindo que esteja bem equipado para encarar esse importante exame educacional que tem o poder de moldar futuros.

O que é Enem e qual sua função

Desde sua implementação em 1998, o Enem transformou-se numa chave mestra para jovens e adultos que almejam ingressar no ensino superior. Originalmente concebido para avaliar a qualidade do ensino médio no país, este exame evoluiu ao longo dos anos, tornando-se o principal mecanismo de acesso às universidades federais e várias instituições privadas no Brasil.

À medida que o Enem ganhou importância, a sociedade foi testemunha de uma crescente valorização do exame entre estudantes, educadores e instituições de ensino. Esta valorização não se deu por acaso, pois a sua função transcende a simples avaliação de conhecimento. O Enem é uma ferramenta de democratização de oportunidades, possibilitando que estudantes de todas as regiões e estratos sociais possam competir em condições mais equitativas por um lugar no ensino superior.

A realização do Enem ocorre anualmente, abrindo portas para programas governamentais, tais como o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), o Programa Universidade para Todos (Prouni) e o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Esses programas utilizam as notas obtidas no exame para selecionar candidatos a bolsas de estudo, financiamento de cursos e vagas em universidades públicas.

Com provas abrangendo áreas de conhecimento que vão das Ciências Humanas às Ciências da Natureza, sem esquecer a Matemática e suas Tecnologias e Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, o Enem desafia os participantes a demonstrarem suas habilidades e competências adquiridas ao longo de sua trajetória escolar. 

Além das questões de múltipla escolha, o exame inclui uma redação, na qual o candidato deve construir um texto dissertativo-argumentativo sobre um tema da atualidade, exigindo não só domínio da norma culta da língua portuguesa, mas também capacidade de argumentação, reflexão crítica e proposição de soluções.

Design sem nome - 2024-02-06T123513.751

Como se inscrever e se preparar para o Enem

Cada ano, o Enem marca um dos eventos mais significativos no calendário educacional do Brasil. Com sua importância amplamente reconhecida, ele se tornou a principal porta de entrada para o ensino superior. Nesse contexto, entender o processo de inscrição e preparação é fundamental para aproveitar ao máximo as oportunidades que o Enem oferece.

Processo de Inscrição

O momento da inscrição para o Enem é crucial e requer atenção aos detalhes. Primeiramente, os interessados devem acessar o site do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP). Atenção aos prazos: eles são divulgados com antecedência e é essencial não deixar para a última hora. Para se inscrever, são necessários o CPF e a identidade do candidato, bem como informações adicionais que serão solicitadas no sistema.

Importante frisar que a inscrição no Enem pode estar associada a uma taxa, a qual alguns candidatos estão isentos. Para aqueles que precisam pagar, o INEP disponibiliza diferentes formas de pagamento, adequando-se à necessidade de cada pessoa. 

Preparação Adequada

Com a inscrição confirmada, a preparação deve ser a próxima grande prioridade. Uma abordagem estratégica pode diferenciar o sucesso do fracasso, portanto é imprescindível um planejamento de estudo bem estruturado.

Definindo um Plano de Estudos

Desenvolva um plano de estudos que abarque todas as áreas de conhecimento avaliadas pelo Enem. Priorize matérias com as quais tem menos afinidade e defina metas semanais claras de aprendizado e prática.

Materiais e Ferramentas

Utilize uma gama diversificada de materiais didáticos, apostilas atualizadas, vídeo aulas e plataformas digitais. Além disso, estar atualizado com os acontecimentos atuais é fundamental, já que o Enem é conhecido por questões que contextualizam conhecimentos específicos dentro de uma realidade contemporânea.

Práticas e Simulados

A realização de simulados é uma estratégia que simula as condições reais do teste, ajudando os estudantes a gerenciarem melhor o tempo e a lidarem com a pressão da prova. 

Cuidados com a Saúde

É crucial manter um equilíbrio entre os estudos e a saúde. Uma alimentação balanceada, uma boa noite de sono e a prática regular de exercícios físicos são componentes que influenciam diretamente o desempenho cognitivo e devem fazer parte da rotina de preparação.

Utilizando os resultados do Enem: Sisu, Prouni e Fies

Após a realização da prova, um momento crucial se aproxima, que é a utilização dos resultados. Este percurso envolve programas educacionais transformadores como o Sisu, Prouni e o Fies. Cada um desses programas oferece caminhos distintos e oportunidades únicas para estudantes que almejam uma formação acadêmica de qualidade.

Sistema de Seleção Unificada (Sisu)

O Sisu é uma plataforma gerida pelo Ministério da Educação (MEC) que possibilita o ingresso em universidades públicas brasileiras. Funciona de modo dinâmico e democrático, selecionando candidatos com base na performance no ENEM para preencher as vagas disponíveis.

Durante o período de inscrição, o estudante pode escolher até duas opções de curso, indicando sua prioridade, e deve estar atento às chamadas regulares e listas de espera. Além disso, o Sisu adota um sistema de cotas, garantindo vagas para estudantes que se enquadram em determinados critérios socioeconômicos e étnico-raciais.

Para se inscrever no Sisu, é imprescindível que o participante não tenha zerado a redação e tenha obtido nota acima de zero em todas as áreas de conhecimento do Enem. Os processos seletivos ocorrem semestralmente, e as notas de corte são atualizadas diariamente durante o período de inscrição, fornecendo uma referência aos candidatos sobre suas chances de aprovação nas opções escolhidas.

Programa Universidade para Todos (Prouni)

Voltado para estudantes de baixa renda, o Prouni é uma iniciativa federal que concede bolsas de estudo integrais e parciais (50%) em instituições privadas de ensino superior. As bolsas integrais são destinadas para alunos com renda familiar bruta per capita de até um salário mínimo e meio. Já as parciais são para aqueles com renda familiar bruta per capita de até três salários mínimos.

Para ser elegível ao Prouni, é necessário ter realizado o Enem mais recente, obtido no mínimo 450 pontos na média das notas e não ter zerado a redação. Outro pré-requisito é que o interessado não tenha diploma de curso superior e que atenda a pelo menos uma das condições: ter cursado o ensino médio completo em escola pública ou como bolsista integral em escola privada; ser pessoa com deficiência; ser professor da rede pública de ensino.

Fundo de Financiamento Estudantil (Fies)

Por outro lado, o Fies oferece financiamento a estudantes em cursos superiores não gratuitos e com avaliação positiva no Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes). Assim como o Prouni, o Fies é voltado para estudantes de baixa renda, com critérios específicos de rendimento no Enem.

Para participar do Fies, o estudante deve ter uma média aritmética das notas no Enem igual ou superior a 450 pontos e maior que zero na redação. A vantagem é que o Fies permite ao aluno financiar a graduação agora e começar a pagar o empréstimo somente após a conclusão do curso, o que viabiliza o acesso ao ensino superior para muitos que não poderiam arcar com os custos de maneira imediata.

O Fies é particularmente atraente devido às suas taxas de juros que, em comparação com as de mercado, costumam ser mais baixas, aliado a um longo período de carência para começar a pagar o financiamento. 

Logo,entender o processo de inscrição, as estratégias de estudos para o Enem e a utilização eficiente dos resultados obtidos nessa avaliação é imprescindível. Os candidatos devem estar atentos às datas, critérios e recursos disponíveis para maximizar suas chances de sucesso.

ENEM

Veja mais conteúdos da UMC sobre EAD e educação

Redação nota 1000: principais dicas para alcançar a perfeição

Obter uma nota 1000 na redação do Enem e dos vestibulares é o objetivo de muitos estudantes que sonham em ingressar nas ...
5 min de leitura

Como se preparar para uma boa prova do Enem

À medida que o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) se aproxima, milhares de estudantes em todo o Brasil se veem ...
5 min de leitura

Resultado do Enem: onde e como conferir

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é a porta de entrada para muitos sonhos acadêmicos e profissionais, e quando o ...
6 min de leitura
Ver mais conteúdossobre ENEM

Quer receber mais conteúdos? Deixe o seu e-mail:

Posts mais recentes