Conheça nossos cursos
Conheça nossos cursos

Odontologia

Curso de Odontologia: grade curricular, duração e mais!

FAESA

Blog

Odontologia

Curso de Odontologia: grade curricular, duração e mais!

Por Equipe FAESA em Apr 20, 2024 9:00:00 AM | 5 min de leitura

Através do brilho de um sorriso saudável reflete-se a importância da odontologia na qualidade de vida das pessoas, e o sonho de ser parte integrante desta profissão vital começa com a escolha do curso certo. Por trás de cada tratamento dentário, há uma jornada educacional intensa, desafiadora e, sem dúvida, recompensadora, cuja duração está minuciosamente alinhada com o compromisso de oferecer um cuidado integral e especializado aos pacientes.

Convida-se, portanto, a uma imersão pela ciência odontológica, onde exploraremos não apenas o tempo necessário para se firmar como dentista, mas também as múltiplas perspectivas de carreira que este campo oferece.

Design sem nome - 2024-04-13T125521.129

Quais são as matérias que tem no curso de Odontologia?

A jornada em busca de uma carreira em odontologia inicia-se pelo desvendar das disciplinas que formam a base dessa profissão fascinante e desafiadora. Ao optar por esse caminho, o estudante submerge em um oceano de conhecimento, onde a teoria se entrelaça com a prática, e cada matéria desempenha um papel crucial na formação de um dentista competente e atualizado.. 

Anatomia, Bioquímica e Fisiologia: Bases da Compreensão

Nos primeiros semestres, o estudante de odontologia se deparará com a tríade fundamental: Anatomia, Bioquímica e Fisiologia. Entender a estrutura do corpo humano, a composição química e o funcionamento dos sistemas biológicos é imprescindível. Essas disciplinas não só estabelecem o alicerce científico necessário para o avanço no curso, mas também são primordiais para o raciocínio clínico futuro do profissional.

Materiais Dentários e Propedêutica: A Arte e Ciência do Sorriso

Conforme avançam, os discentes são introduzidos às disciplinas de materiais dentários e propedêutica. Aqui, a ciência se mescla com a arte, ensinando como manipular com maestria os diversos materiais usados nos tratamentos dentários, bem como a realizar um diagnóstico preciso, respeitando os princípios de biossegurança e humanização no atendimento ao paciente.

Patologia e Farmacologia: O Combate às Doenças Orais

A patologia e a farmacologia surgem no currículo como fortes aliadas no combate às enfermidades orais. Compreender as doenças, seus mecanismos e como intervir eficazmente através de medicamentos é determinante na formação do odontólogo. A capacidade de diagnosticar e prescrever de forma adequada reflete não apenas no bem-estar do paciente, mas também na qualidade dos resultados dos tratamentos realizados.

Periodontia, Endodontia e Ortodontia: Especialidades que Transformam

Periodontia, endodontia e ortodontia são disciplinas que adentram no universo das especialidades odontológicas. Nelas, o estudante explora tratamentos específicos para cada área, aprendendo sobre a saúde gengival, tratamento de canal e o alinhamento dos dentes, respectivamente. Estes conhecimentos são essenciais para uma visão integral da saúde bucal e para a realização de intervenções especializadas, restabelecendo a saúde e a autoestima dos pacientes.

Cirurgia e Prótese: O Restabelecimento da Função e Estética

Avançando na odontologia, a cirurgia e a prótese dentária destacam-se como campos de grande relevância clínica. São nelas que habilidades manuais e precisão técnica são lapidadas. Estudar essas matérias permite ao futuro dentista não só devolver a função mastigatória e fonética perdida, mas também restaurar a estética, influenciando diretamente na qualidade de vida dos indivíduos.

Ética e Gestão de Consultório: O Negócio da Odontologia

Não menos importante, a ética profissional e a gestão de consultório são temas que permeiam a formação em odontologia. Aprender sobre ética é crucial para a prática odontológica responsável, ao passo que a gestão de consultório prepara o aluno para os desafios administrativos da profissão, harmonizando a paixão pela odontologia com as demandas de um negócio próspero.

Tempo Necessário para Se Formar em Odontologia

Quando decidimos seguir uma carreira na área da saúde, especialmente em odontologia, uma das primeiras questões que surge está relacionada à duração do curso. Afinal, o tempo de investimento em formação é um dado crucial não só para o planejamento pessoal e financeiro, mas também para entender quando se poderá ingressar efetivamente no mercado de trabalho como dentista.

Estrutura Curricular e Duração do Curso

Geralmente, a jornada para se obter um diploma em odontologia leva cerca de 5 anos em tempo integral. Durante esse período, o aluno irá percorrer, tradicionalmente, entre 8 a 10 semestres. No Brasil, essa estrutura pode variar ligeiramente dependendo da instituição, mas em sua maioria segue esse padrão. As fases do curso são comumente distribuídas entre o ciclo básico e o ciclo profissional, que engloba disciplinas específicas da odontologia e a prática clínica.

Atividades Práticas e Estágios

Nas atividades práticas, os alunos têm a oportunidade de aplicar na prática os conhecimentos adquiridos, uma etapa essencial para a efetiva aprendizagem das técnicas odontológicas. É durante os estágios, que geralmente começam após os primeiros anos, que o estudante tem o primeiro contato real com o universo da odontologia aplicada, atendendo pacientes e lidando com casos diversos que irão enriquecer sua experiência profissional.

Além disso, muitos cursos exigem a realização de um trabalho de conclusão de curso (TCC), que pode demandar um tempo extra de dedicação aos estudos, conforme a complexidade do tema escolhido e a metodologia de pesquisa adotada pelo aluno.

Desafios e Adaptações da Carga Horária

É importante frisar que a carga horária total do curso deve cumprir o mínimo estabelecido pelo Ministério da Educação (MEC), mas não é incomum que universidades adicionem horas a mais com o intuito de oferecer uma formação ainda mais completa e diferenciada.]

Soma-se a isso o desafio pessoal de organizar o tempo para estudos complementares, participação em grupos de pesquisa e outras atividades extracurriculares que podem enriquecer o currículo do graduando.

Com a competitividade atual do mercado de trabalho em odontologia, é recomendável que os estudantes busquem essas oportunidades adicionais para se sobressair em futuras entrevistas de emprego e processos seletivos. Cursos de especialização e pós-graduação também são caminhos considerados por muitos recém-formados, influenciando no tempo total investido em educação até a plena inserção no mercado.

Ajustes no Currículo e Faixa de Tempo

As instituições de ensino superior estão sempre avaliando e, quando necessário, ajustando suas grades curriculares para se manterem atualizadas com as novidades da área e com as demandas do mercado. Isso pode incluir a adição de novas matérias ou a modificação na abordagem de conteúdos já existentes. Essas mudanças, no entanto, são realizadas de maneira a não comprometer a essência do curso e respeitando a carga horária determinada pelo MEC.

Portanto, as perspectivas de carreira são amplas e promissoras, dada a constante necessidade de profissionais qualificados e o crescente valor que a sociedade tem atribuído à saúde e estética bucal. 

Odontologia

Veja mais conteúdos da UMC sobre EAD e educação

Descubra os melhores Cursos na Área de Saúde

O crescimento do setor da saúde, sinalizam um cenário propício para aqueles que desejam dedicar-se nessa área. Nesse ...
9 min de leitura

Odontologia infantil: o que é, como funciona e mais!

Compreender os detalhes vai ser fundamental quando falamos de odontologia infantil. Esta especialidade tende a focar na ...
11 min de leitura

Odontólogo: quanto ganha, atuação e mais!

O campo da odontologia, caracterizado por sua importância inegável na promoção da saúde bucal e bem-estar geral, é ...
11 min de leitura
Ver mais conteúdossobre Odontologia

Quer receber mais conteúdos? Deixe o seu e-mail:

Posts mais recentes