Conheça nossos cursos
Conheça nossos cursos

Agronomia

Agrônomo: o que faz, salários e mercado de trabalho

FAESA

Blog

Agronomia

Agrônomo: o que faz, salários e mercado de trabalho

Por Equipe FAESA em Jun 24, 2023 9:00:00 AM | 8 min de leitura

Os agrônomos são profissionais altamente especializados que trabalham em diversas áreas da agricultura. Eles possuem o conhecimento necessário para desenvolver e aplicar técnicas que aumentam a produtividade e a qualidade dos cultivos, bem como promovem a sustentabilidade ambiental.

A agronomia é uma área vasta e inclui desde a produção de alimentos até a preservação ambiental. Se você tem interesse em seguir uma carreira na agricultura, o conhecimento sobre a atuação do agrônomo é fundamental. Neste artigo, vamos explorar tudo o que você precisa saber sobre a profissão, desde suas funções até salários e oportunidades de trabalho. Venha conosco e descubra mais sobre o universo da agronomia!

O que é um agrônomo e quais são algumas funções

O agrônomo é um profissional especializado em agronomia, a ciência que estuda e aplica conhecimentos técnicos no campo da produção agrícola e no manejo de recursos naturais. Desse modo, o profissional agrônomo tem como principal objetivo buscar o aumento da produtividade, a sustentabilidade e a eficiência nos sistemas de produção agrícola.

As principais áreas de atuação incluem o cultivo de plantas, o manejo de solos, a produção animal, a gestão de recursos hídricos, a conservação ambiental, o controle de pragas e doenças, a pesquisa e desenvolvimento de novas tecnologias agrícolas, entre outras.

Desse modo, o agrônomo pode trabalhar em diferentes setores, como empresas agrícolas, cooperativas, órgãos governamentais, instituições de pesquisa, universidades e também como consultor independente, desempenhando um papel fundamental na promoção da segurança alimentar, no desenvolvimento sustentável da agricultura e no uso responsável dos recursos naturais.

A seguir, serão apresentadas algumas das principais funções desempenhadas por um agrônomo:

Análise de solo e culturas

Uma das funções mais importantes de um agrônomo é a análise de solo e culturas. Para isso, o profissional realiza coleta de amostras de solo em diferentes regiões da propriedade, a fim de avaliar as condições e identificar quais são as melhores plantas e culturas para cada área.

Com base nos resultados obtidos na análise de solo, o agrônomo é capaz de identificar os nutrientes que faltam na terra e sugerir a correção por meio de diferentes técnicas, como a aplicação de adubos e fertilizantes para melhorar a qualidade do solo.

Manejo de pragas e doenças

O manejo de pragas e doenças é outra função importante, pois o agrônomo é responsável por avaliar as condições climáticas, identificar pragas, doenças que possam afetar as plantas e propor medidas para minimizá-las.

Assim, o profissional pode sugerir o uso de pesticidas ou defensivos agrícolas seguros para uso em culturas específicas, o que ajuda a prevenir o aparecimento de doenças em plantas e animais sem prejudicar o meio ambiente.

Melhoria da produtividade

O profissional trabalha para melhorar a produtividade nas propriedades rurais. Isso inclui a utilização de técnicas avançadas, como a irrigação por gotejamento e o uso de maquinários mais modernos para a colheita e transporte dos produtos.

Ao propor soluções como essas, o agrônomo ajuda os agricultores a produzir mais e de forma mais eficiente, o que tem impacto positivo na economia do país.

Análise de impactos ambientais

Com o crescente interesse em conservação ambiental, os agrônomos têm um papel cada vez mais importante na avaliação de impactos ambientais em áreas agrícolas, sendo responsáveis por avaliar o impacto das atividades rurais no meio ambiente, identificar problemas e propor soluções para minimizá-los.

Entre as atividades que podem ser afetadas pelo trabalho do agrônomo em relação aos impactos ambientais estão a construção de estradas e pontes, uso de fontes de água e os processos de desmatamento.

Desenvolvimento de novas tecnologias

Os agrônomos trabalham em uma área que exige conhecimentos cada vez mais avançados e técnicas mais modernas. Por isso, eles têm um papel fundamental no desenvolvimento de novas tecnologias para melhorar a produção agrícola.

Desse modo, o profissional pode trabalhar na pesquisa das melhores variedades de plantas, na criação de novas estruturas de irrigação para melhorar a utilização de água, no desenvolvimento de novas técnicas de fertilização e manejo de plantas.

Implementação de boas práticas

O profissional tem como atribuição, orientar os agricultores sobre as melhores práticas para o uso de seus recursos rurais, que inclui a promoção de técnicas de cultivo mais sustentáveis, utilização adequada dos recursos hídricos e a proteção do meio ambiente.

Ao implementar essas boas práticas, o agrônomo ajuda os agricultores a obter melhores resultados em suas produções, mas de maneira totalmente responsável para o meio ambiente e a sociedade em geral.

O que é um agrônomo

Áreas de atuação da Agronomia

Agricultura é uma das áreas mais antigas e importantes da humanidade, pois com o passar dos tempos, a agronomia foi se desenvolvendo e encontrando novas formas de atuação. Existem diversas áreas de atuação para o agrônomo, confira algumas delas abaixo:

Agronomia na produção vegetal

Essa é uma das áreas mais tradicionais da agronomia e se dedica à produção de alimentos e matérias-primas a partir de plantas. O agrônomo pode atuar em diversas etapas desse processo, desde a escolha das sementes até o pós-colheita. Além disso, pode trabalhar em empresas do setor agrícola, cooperativas, propriedades rurais e até mesmo em laboratórios de pesquisa.

Agronomia na produção animal

O agrônomo também pode atuar na produção animal, buscando aumentar a produtividade e a qualidade dos alimentos produzidos. Nessa área, a atuação do profissional inclui a escolha das raças e linhagens, alimentação adequada dos animais, controle sanitário e a gestão do negócio agrícola. O objetivo final é sempre garantir que a produção animal seja sustentável e rentável.

Agronomia ambiental

Esse é um campo que tem ganhado espaço, já que existe uma grande preocupação com a preservação do meio ambiente. Por isso, o especialista em agronomia pode atuar em projetos de recuperação de áreas degradadas, controle de resíduos e na gestão de recursos hídricos. Essa atuação pode ocorrer em empresas privadas, órgãos públicos ou instituições de pesquisa.

Agronomia em máquinas e equipamentos agrícolas

É uma área que tem crescido nos últimos anos, pois a tecnologia está se tornando cada vez mais presente na atividade agrícola. Dessa forma, o agrônomo trabalha no desenvolvimento de máquinas, equipamentos mais eficientes e sustentáveis, além de prestar consultoria na escolha e uso desses equipamentos.

Agronomia em pesquisa e desenvolvimento

A pesquisa e o desenvolvimento de novas tecnologias são fundamentais para o avanço da agronomia. Assim, o especialista atua desde a elaboração de projetos e experimentos até a análise dos resultados obtidos, podendo trabalhar em instituições de pesquisa, empresas do setor agrícola ou mesmo em universidades.

Agronomia em gestão empresarial

O agrônomo pode operar na gestão empresarial de propriedades rurais, cooperativas, empresas do setor agrícola e até mesmo em órgãos públicos. Desse modo, são responsáveis pela gestão financeira, de recursos humanos, produção e até mesmo pela tomada de decisões estratégicas.

Como pôde ser visto, a agronomia oferece diversas áreas de atuação e independentemente da escolha, é fundamental que o agrônomo tenha um bom conhecimento técnico, mas, também, seja capaz de se comunicar bem, trabalhar em equipe e tomar decisões estratégicas. Com isso, a atuação do especialista será sempre de extrema importância para o setor agrícola e para a sociedade como um todo.

Perspectivas de carreira dos Agrônomos 

As perspectivas de carreira para um agrônomo são bastante promissoras. A demanda por profissionais qualificados nessa área é alta devido à importância do setor agrícola para a economia e segurança alimentar.

Dessa forma, é possível encontrar oportunidades de atuação em órgãos governamentais, organizações não governamentais (ONGs) voltadas para o desenvolvimento rural e sustentável, além da possibilidade de empreender e abrir o próprio negócio agrícola.

Também é importante destacar que o mercado está em constante evolução, e os agrônomos que buscam atualização e especialização em temas como agricultura sustentável, manejo integrado de pragas, agricultura de precisão e tecnologias digitais têm boas chances de se destacar e aproveitar as oportunidades oferecidas pelo setor agrícola.

Habilidades necessárias para Agronomia

Agronomia é uma área que envolve estudo e prática na produção agrícola. Por isso, é uma profissão que exige habilidades específicas para que o agrônomo possa oferecer soluções e recomendações efetivas para melhorar a produção agrícola.

Conhecimento em ciências agrárias

O agrônomo necessita obter uma base sólida de conhecimento em ciências agrárias para compreender as técnicas, processos e modelos que envolvem a produção agrícola, sendo essencial um entendimento aprofundado sobre solos, plantas, animais, climatologia, biometria vegetal, entre outras áreas.

Além disso, é importante que o agrônomo relacione seus conhecimentos em ciências agrárias com outras informações para aplicar conceitos científicos em situações reais e concretas.

Pensamento analítico e estratégico

O especialista em agronomia deve possuir habilidades analíticas para resolver problemas e tomar decisões em relação à produção agrícola. Por isso, deve ser capaz de identificar problemas na área, reunir informações sobre o ambiente, examinar os dados coletados e propor soluções eficazes.

É importante ter o pensamento estratégico, pois o agrônomo deve antecipar as mudanças nas condições climáticas, monitorar a situação socioeconômica, entender as necessidades do mercado e avaliar a viabilidade de novas técnicas de produção.

Habilidade de comunicação

O agrônomo precisa comunicar suas descobertas e recomendações para os produtores com clareza e simplicidade, transmitindo informações complexas de forma adequada para diferentes públicos.

A habilidade de comunicação, também inclui a capacidade de estabelecer relações interpessoais, trabalhar em equipe e liderar grupos na implementação dos projetos agrícolas.

Habilidade de negociação

É preciso que o profissional tenha a capacidade de negociar com os produtores, fornecedores e outros envolvidos no processo agrícola. Desse modo, deve ser hábil para entender diferentes perspectivas, avaliar as opções e encontrar soluções que atendam os interesses da produção e do negócio.

Conhecimento em tecnologia

O agrônomo precisa estar atualizado sobre as novas tecnologias que podem contribuir para a produção agrícola. Por isso, é necessário que o profissional tenha a capacidade de avaliar a viabilidade financeira dessas tecnologias, compreender como elas funcionam e identificar o potencial impacto positivo na produção.

Capacidade de liderança

O especialista deve liderar equipes de produção para alcançar os objetivos estabelecidos. Dessa maneira, o agrônomo trabalha com o objetivo de delegar tarefas, fornecer feedback contínuo e motivar sua equipe para poderem trabalhar juntos no desenvolvimento da produção.

Logo, para ser bem-sucedido na carreira de agronomia, o profissional deve ser um líder nato com habilidades analíticas, estratégicas e de comunicação. Bem como, possuir conhecimento em tecnologia, ciências agrárias e ter a capacidade de negociação para tomar as melhores decisões em prol da produção agrícola.

Quanto ganha um Agrônomo

Se você está pensando em seguir a carreira de agrônomo, é importante entender o quanto um profissional dessa área pode ganhar. O salário de um agrônomo pode variar de acordo com a região do país, a especialização do profissional, a empresa em que trabalha e sua experiência.

Segundo o site vagas.com.br, o profissional inicia a carreira ganhando em torno de R $3.113,00 de salário e pode ganhar até R $7.447,00. A média salarial para o agrônomo no Brasil é de R $4.980,00.

Regiões com maiores salários

Algumas regiões do país apresentam salários médios mais elevados para os agrônomos, como a região Sudeste, onde o salário médio é de R $5.665,00. Enquanto isso, a região Nordeste apresenta um salário médio mais baixo, de R $4.370,00.

Especializações que podem aumentar o salário

Existem diversas especializações na área da Agronomia que podem aumentar o salário do profissional. Por exemplo, um agrônomo especializado em Fitopatologia, pode chegar a ganhar em torno de R$10.000 por mês. 

As principais especializações que podem contribuir com melhores salários, são: 

  • Manejo de Solos
  •  Hidráulica e Irrigação
  •  Fitopatologia
  •  Mecanização Agrícola
  •  Gestão Ambiental 

.A profissão de agrônomo é essencial para o desenvolvimento e crescimento da agricultura em nossa sociedade, bem como para a preservação do meio ambiente e utilização eficiente dos recursos naturais. 

Além disso, apresenta um mercado de trabalho bastante amplo, que envolve diversas áreas de atuação e oportunidades em constante crescimento, exigindo do profissional agrônomo o desenvolvimento de habilidades específicas para se destacar em suas áreas de atuação.  

A escolha de se tornar um agrônomo pode ser extremamente gratificante e promissora para quem se dedica e se empenha nesta área tão importante para o sustento e desenvolvimento da humanidade.

Agronomia

Veja mais conteúdos da UMC sobre EAD e educação

Ver mais conteúdossobre Agronomia