Jogos Digitais

Único curso de nível superior da área no estado, conta com laboratórios de ponta, parcerias com grandes empresas mundiais e o único Centro de Inovação Microsoft do Espírito Santo.

JOGOS DIGITAIS

Mercado em franco crescimento, a criação e a produção de jogos digitais têm faturado mundialmente mais que a indústria do cinema. Com o uso de tecnologia de ponta e parcerias de peso, como a Microsoft, a IBM, a Oracle, e a SAP, quatro dentre as maiores empresas de TI do mundo, a FAESA chegou na frente e oferece todo o suporte para a sua criatividade entrar em jogo no único curso de nível superior da área no Estado.

Duração: 2.5 anos
Modalidade: Presencial
Turno: Noturno
Formação: Tecnologia
Regime: Semestral
Mensalidade 2017:
VER MENSALIDADE R$ 703,00
Horário das aulas:

Noturno: 18h45 às 22h
*Podendo sofrer alterações conforme estrutura curricular.

Reconhecido pela Portaria n.° 151 de 17/08/2012 publicada no DOU em 20/08/2012

parceiros


  • O curso
  • Professores
  • Disciplinas
  • Inovação Pedagógica
  • Infraestrutura

O curso

Criar jogos digitais pode parecer uma grande diversão. E é mesmo! Mas não apenas isso, a Criação de Jogos Digitais é uma carreira promissora em um mercado em plena expansão e o profissional da área não está limitado a criar somente para o viés da diversão. O leque de atuação é bem amplo e há espaço para o uso de games em escolas, capacitações corporativas, publicidade, no cinema e até mesmo para o uso na indústria, através do desenvolvimento de simuladores.

Da criação e desenvolvimento das ideias até a entrada no mercado de trabalho, a FAESA se posiciona ao lado do aluno. Para isso, o curso dispõe de equipamentos e softwares atualizados e de ponta em 14 laboratórios de informática, desenvolve programas que incentivam o empreendedorismo e promovem empregabilidade, e investe em parcerias importantes, como a da Microsoft, que trouxe para dentro da FAESA o Microsoft Inovation Center (MIC), um dos poucos no Brasil e o único no Estado.

COORDENADOR(A)

Prof. Rober Marcone Rosi

Mestre

Fale com a coordenação: rober.marcone@faesa.br


  • Área de Atuação
  • Perfil Profissional
  • Mercado de Trabalho

O tecnólogo em Jogos Digitais atua no segmento de entretenimento digital desenvolvendo produtos tais como: jogos educativos, de aventura, de ação, de simulação 2D e 3D, entre outros gêneros. Lida com plataformas e ferramentas para a criação de jogos digitais e trabalha no desenvolvimento e gestão de projetos de sistemas de entretenimento digital interativo, em rede ou isoladamente, de roteiros e modelagem de personagens virtuais e na interação com banco de dados. Pode atuar como autônomo ou em empresas produtoras de jogos digitais, canais de comunicação via web, produtoras de websites, agências de publicidade e veículos de comunicação.

O tecnólogo em Jogos Digitais formado pela FAESA deverá ser capaz de:

  • Ser curioso e investigativo quanto às possibilidades de desenvolvimento que os jogos digitais apresentam em relação a sua inserção cultural, linguagem e atuação em novos segmentos.
  • Analisar, projetar, desenvolver e implementar jogos digitais baseados em diversas plataformas, com uma visão profissional e humanística que o habilite a atuar nas organizações e na sociedade, de forma a identificar, formular e solucionar problemas tendo em vista todos os aspectos tecnológicos da área de formação, sem deixar de considerar os aspectos econômicos, sociais, ambientais e éticos, objetivando o bem-estar do homem dentro de uma visão sistêmica e multidisciplinar.
  • Lidar com plataformas e ferramentas para a criação de jogos digitais.
  • Trabalhar no desenvolvimento e na gestão de projetos de sistemas de entretenimento digital.
  • Atuar como empreendedor, gestor de negócios e/ou como parte de equipes multidisciplinares, da esfera local à internacional.
  • Ser flexível e versátil para identificar e/ou gerar oportunidades do mercado, bem como dinâmico para traduzi-las e codificá-las a partir das estratégias comunicativo-discursivas dos jogos digitais.
  • Ser conhecedor das rotinas administrativas, de pesquisa, de planejamento, de criação, de produção e de distribuição que a produção de jogos digitais demanda.

Mesmo em anos de crise, a área de Tecnologia da Informação (TI) é uma das menos impactadas e em alguns setores tende a crescer, pois é vista como uma área que pode gerar, para o ambiente corporativo, ganho de produtividade, eficiência operacional ou redução de custos. O setor de TI simplesmente não pode parar, pois o mundo que conhecemos hoje gira em torno de dados, sistemas e soluções de controle, gestão, performance, mobilidade, cobrança, transações correntes, conectividade, entre outras diversas demandas que são tratadas pela TI.

As vagas na área de TI já são responsável por 400.000 empregos de alta qualidade.

Como comparação, o emprego das outras áreas no Brasil, no mesmo período, cresceu em média 3%.

A falta de mão de obra qualificada para ocupar essas vagas, se por um lado é um problema para o mercado, por outro indica uma oportunidade para profissionais que investem na capacitação e atualização.

No mercado atual, as empresas precisam de profissionais que tenham conhecimento universalizado, com formação qualificada, antenados, criativos, atualizados com as tendências e inovações globais que surgem na velocidade da luz. Isso explica por que a média salarial em TI continua sendo mais alta que a média muitos outros setores. É a velha lei da oferta e procura.

Daniel Barbosa de Oliveira Mestre
Denilson Coelho Coutinho Especialista
Luiz Fernando Tom Graduado
Marcelo Marcos Barbosa Mestre
Ralf Luiz De Moura Mestre
Renata Cristina Laranja Leite Mestre
Suzi Lara Werner Mestre
Tiago Tadeu Wirtti Mestre
Vania Gabriela Balista Especialista

1º Período

  • Algoritmo I
  • Fundamentos de Sistemas de Informação
  • Introdução à Computação
  • Organização do Trabalho Científico
  • Processos de Negócio
  • Sociologia

2º Período

  • Comunicação de Dados e Redes de Computadores
  • Algorítmo II
  • Arte 2D
  • Organização e Arquitetura de Computadores
  • Computação Gráfica

3º Período

  • Modelagem 3D
  • Design de Som
  • Linguagem de Programação
  • Sistemas Multimídia
  • Análise e Projeto de Sistemas I

4º Período

  • Design de Ambiente
  • Desenvolvimento de Aplicações Web I
  • Banco de Dados
  • Análise e Projeto de Sistemas II
  • Inteligência Artificial
  • Sistemas Multimídia para Jogos

5º Período

  • Gerência de Projetos
  • Game Design
  • Desenvolvimento de Aplicações Web II
  • Animação 3d
  • Interface Homem-Computador
  • Direito Aplicado
  • Tópicos Especiais em Jogos

A inovação pode ser entendida como um conjunto de intervenções, decisões e processos que, com certo grau de intencionalidade e sistematização, alteram atitudes, culturas, ideias, conteúdos, modelos e práticas.

Aplicando-se este conceito à educação, é pertinente considerar que as inovações pedagógicas buscam novas formas para promoverem a elaboração e a administração do currículo, das relações em sala de aula e do espaço escolar, de forma diferenciada, por meio de uma perspectiva renovadora de programas e projetos, materiais curriculares, estratégias de ensino e aprendizagem, modelos didáticos, visando à construção dos conhecimentos socialmente relevantes, que permitam o desenvolvimento de uma nova formação mais compreensiva e integral dos alunos.

SAIBA MAIS

O Núcleo de Aplicações Tecnológicas (NAT) oferece um conjunto de 14 laboratórios de informática climatizados, com Datashow individualizado por laboratório e computadores de marcas renomadas. Dispõe de diversificado conjunto de software de apoio ao ensino de computação. Há também a oferta de laboratórios especializados como, por exemplo, o laboratório que atende à disciplina de Circuitos Digitais, o laboratório de Redes Industriais, entre outros.

Parceiros: (logo de cada um deles)

Por meio do Programa de Parceria Estratégica, a FAESA alinha-se com empresas líderes e inovadoras da área de TI. Os maiores e mais relevantes players globais nos apoiam com conteúdo, tecnologia e na integração entre o ambiente empresarial e o mundo acadêmico, permitindo acesso exclusivo a softwares, certificações e outros serviços. Conheça melhor o trabalho desenvolvido por cada um deles no tópico Projetos.

Microsoft:  único centro de inovação da Microsoft no Espírito Santo.

SAP: SAP University Alliances é um programa global do qual participam mais de 2.400 instituições em mais de 90 países, que visa a formulação do futuro do ensino superior.

IBM Academic Initiative: é um programa de aprimoramento técnico e de acesso gratuito com o apoio de ferramentas, softwares IBM, materiais didáticos e incentivo a certificações.

Oracle Academy: instituição educacional que fornece recursos de aprendizado em tecnologia mundialmente reconhecida.