Sinapse da Inovação é lançado na FAESA Centro Universitário


Publicado em: 8 de junho de 2017

Um programa de incentivo ao empreendedorismo inovador que oferece recursos financeiros, capacitações e orientações técnicas para transformar suas ideias em negócios de sucesso. Esse é o Sinapse da Inovação que foi lançado na FAESA Centro Universitário no último dia 02 de junho.

O programa, que já gerou mais de 400 empresas de sucesso nos estados de Santa Catarina e do Amazonas, chega agora no Espírito Santo, por meio do Governo do Estado, da Secretaria da Ciência, Tecnologia, Inovação e Educação Profissional (SECTI) e da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (FAPES), em parceria com a Fundação CERTI.

Na FAESA, o lançamento do edital foi marcado pela palestra “Caminhos da Inovação” com o COO da PicPay, Dárcio Stehling, que é Engenheiro Elétrico, foi membro do conselho da Supflex e é fundador da PicPay.

No evento, estiveram presentes a gestora do Centro de Pesquisa e Extensão da FAESA, professora Bianca Rodrigues Souza, o diretor de Desenvolvimento Institucional da FAESA, professor Erthelvio Monteiro Nunes Júnior, o secretário de Estado de Ciência, Tecnologia, Inovação e Educação Profissional, Vandinho Leite, e o presidente da FAPES, José Antonio Bof Buffon, que lançou o edital. Além dos alunos e professores do Centro Universitário.

O programa

O Sinapse da Inovação é considerado o maior programa de empreendedorismo do país. Em cada edição regional, o programa recebe mais de mil ideias inovadoras, fomentando a cultura do empreendedorismo.

Desde o seu lançamento até a 5ª edição catarinense, em 2016, o Sinapse da Inovação apoiou a criação de 385 empresas, das quais 72% estão ativas no mercado com um faturamento estimado de mais de R$ 100 milhões no último ano. Além disso, o programa incentivou a formação de mais de 350 relações de parcerias entre startups, universidades, grandes empresas e toda a rede de incubadoras do estado. Em 2015, o programa começou sua primeira operação fora do estado de Santa Catarina, lançando o Sinapse da Inovação Amazonas. O programa recebeu a inscrição de 1.188 ideias inovadoras em sua edição piloto, das quais 28 foram contempladas com R$ 50 mil em subvenção.

Como funciona

Na primeira fase do programa, os interessados apresentam suas ideias de negócio e a equipe de trabalho. O objetivo é verificar se a ideia é inovadora e traz benefícios para a região e o seu potencial de mercado. Passam para a segunda fase até 300 propostas e os selecionados devem elaborar um projeto de empreendimento, detalhando o plano de negócio executivo com o objetivo de demonstrar as chances da ideia gerar um bom negócio.

Já na terceira fase 150 propostas continuam em jogo e os selecionados terão de desenvolver um projeto de fomento, com apresentação detalhada do orçamento e do planejamento de execução do projeto. Ao longo de todas as etapas serão oferecidas capacitações para auxiliar o empreendedor.

Ao final, até 40 projetos serão contemplados, cada um com R$ 50 mil em subvenção econômica da FAPES, além de serviços técnicos do Sebrae. Ainda, durante seis meses, essas empresas passarão por um processo de pré-incubação com suporte e capacitação para transformar suas ideias em negócios de sucesso.

Inscrições

Lançado o desafio, agora chegou a vez dos alunos e professores da FAESA participarem do Sinapse da Inovação. Para se inscrever é necessário residir no Espírito Santo e possuir mais de 16 anos de idade. As inscrições já estão abertas e podem ser feitas até o dia 12 de julho, no portal www.sinapsedainovacao.com.br/es.

Confira algumas imagens do evento:

Texto: Karina Rocha com informações da Fundação CERTI