Provas chegando: como controlar a ansiedade


Publicado em: 5 de novembro de 2018

É comum que a chegada de momentos importantes e decisivos em nossas vidas venha acompanhada de alguns “sintomas” associados ao estresse e à ansiedade. Quem nunca se sentiu nervoso física e emocionalmente para apresentar um trabalho, fazer uma entrevista importante ou partir para uma grande viagem? Ninguém está sozinho nessa! Passar pelas provas de vestibular ou do Enem também gera o clima de ansiedade, afinal, o aluno passa um bom tempo se preparando para um único momento – a hora da prova – e há muita cobrança tanto interna quanto externa para que tudo dê certo.

Ter consciência da tensão associada às provas é muito importante justamente para encontrar as estratégias de controlá-la. Um certo nível de ansiedade é normal, mas não se deve deixar que ela tome conta, seja antes ou durante a realização das provas, já que ficar ansioso pode gerar agitação, lapsos de memória, desconcentração e perda de raciocínio, dificultando todo o processo. Há algumas formas de trabalhar o emocional para manter a tranquilidade em dia antes da chegada dos testes. Veja algumas dicas!

– Prepare-se o máximo possível

Pode parecer óbvio, mas vale reforçar: se você quer ir bem no vestibular ou Enem, deve se preparar muito para isso. É a melhor maneira de garantir que, na hora de ser testado em seus conhecimentos, você se sinta mais tranquilo por saber que fez sua parte – já listamos por aqui (clique para ler) dicas para se preparar para o vestibular e ENEM. A fase final é ideal para resgatar os resumos feitos ao longo do tempo de estudo, sanar as últimas dúvidas e relembrar as principais fórmulas e conceitos.

– Mantenha a vida ativa

Por mais que a preparação para o vestibular priorize os estudos, deve-se reservar espaços na rotina para atividades eficientes em aliviar o estresse. Encontrar os amigos e a família, dedicar alguns minutos para seus hobbies e principalmente praticar uma atividade física regular são algumas boas maneiras de balancear a correria dos estudos. Na fase final, pegar muito pesado nos livros e abdicar dos momentos de distração acaba por gerar um cansaço mental que alimenta a ansiedade e pode prejudicar seu rendimento no grande dia.

– Guarde sua véspera

Os dias anteriores ao da realização do exame podem ser especialmente tensos, mas não adianta querer tirar eventuais atrasos nessa etapa. O indicado é justamente diminuir o ritmo, buscando chegar com mais disposição para fazer a prova. A véspera, em especial, não é hora de estudar, mas sim de relaxar, dormir cedo e colocar a cabeça no lugar para o dia seguinte. Agora que você já se preparou o quanto pôde, é hora de se concentrar e fazer uma boa prova.

– Tenha uma atitude positiva

Apesar de parecer frase de um livro de autoajuda, é verdade: acreditar em você faz toda a diferença. Profissionais da psicologia garantem que uma postura positiva diante dos desafios é determinante para controlar a ansiedade e o nervosismo, afinal, você substitui os pensamentos negativos e derrotistas que podem te fazer perder o foco por pensamentos que te coloquem pra cima e te façam ter mais autoconfiança. À medida que você se prepara para fazer uma boa prova, você se sentirá cada vez mais capaz, e deve reforçar isso na sua mente. Os resultados só te ajudarão na hora dos exames!

Além de seguir as dicas acima, aproveite para planejar bem a execução da sua prova, revendo todo o edital e traçando sua estratégia para controlar bem o tempo. Quanto mais planejamento e foco, menores as chances da ansiedade tomar conta. Ainda assim, se na hora H você se sentir nervoso e notar que isso está atrapalhando sua concentração, é melhor parar um instante e lembrar-se de respirar calmamente – os exercícios de respiração são ótimos aliados em situações de estresse elevado.

Não se esqueça de confiar sempre na sua própria capacidade – isso deixará tudo mais fácil. Boa preparação e boa prova!


Notícias Relacionadas