Química

Incentivo à prática profissional em estágios supervisionados, firmados por meio de parcerias com instituições de ensino, empresas e organizações públicas e privadas.

QUÍMICA

O curso de Química FAESA oferece ao aluno ambiente favorável e adequado ao aprendizado, equipamento e material didático necessários à pesquisa e experimentação, organização de eventos científicos, participação em atividades de base social e possibilidade de estágio em instituições de ensino, empresas e organizações públicas e privadas.

Duração: 3 anos (Licenciatura), 4 anos (Licenciatura + Bacharelado)
Modalidade: Presencial
Turno: Noturno
Formação: Licenciatura & Bacharelado
Regime: Semestral
Mensalidade 2017:
VER MENSALIDADE R$ 886,00
Horário das aulas:

Noturno: 18h45 às 22h.
*Podendo sofrer alterações conforme estrutura curricular.

LICENCIATURA – Reconhecido pela Portaria MEC Nº. 1.093 de 24 de dezembro de 2015.
BACHARELADO – Reconhecido pela Portaria MEC Nº. 515 de 11 de junho de 2007.


  • O curso
  • Professores
  • Disciplinas
  • INOVAÇÃO PEDAGÓGICA
  • LICENCIATURA
  • DIFERENCIAIS

O curso

O Químico estuda a matéria, sua composição, propriedades, transformações e reações. Com campo de trabalho dividido entre as áreas de Licenciatura e Bacharelado, o aluno formado em Química pode atuar como professor de Química no ensino fundamental e médio e em diferentes tipos de indústria, no desenvolvimento de novas tecnologias para criar e aprimorar produtos, no controle e supervisão da produção e na aplicação de testes de qualidade.

Nosso intuito, é formar profissionais responsáveis, reflexivos e críticos, capazes de promover, por meio dos conhecimentos em Química, a transformação social e a preservação da natureza e da vida, contribuindo para a formação de sujeitos mais conscientes de seu papel na sociedade, como seres humanos e como cidadãos.

COORDENADOR(A)

Profa. Mariana Fonseca de Mendonça Gomes

Mestre

Fale com a coordenação: mariana.fonseca@faesa.br


  • Área de Atuação
  • Perfil Profissional
  • Mercado de Trabalho

O profissional formado em Química pode atuar como professor de Química no ensino fundamental e médio e em diferentes tipos de indústria, no desenvolvimento de novas tecnologias para criar e aprimorar produtos, no controle e supervisão da produção e na aplicação de testes de qualidade.

Profissionais preparados para acompanhar as rápidas mudanças dos conhecimentos produzidos na área e capazes de propor os caminhos para a manutenção do bem-estar social, aliando os avanços das atividades humanas com o uso de novas técnicas, bem como a integração com outros profissionais, o uso sustentável da biodiversidade e a promoção do desenvolvimento e inserção do Espírito Santo e do Brasil na economia mundial.

Formar Químicos éticos, críticos e competentes para atuar em laboratório de pesquisa, análise e desenvolvimento e no acompanhamento de processos industriais, capacitando-os para desempenhar sua função nas diferentes áreas de atividades químicas e afins, visando o desenvolvimento sustentável.

Conforme normatização do CRQ, o curso de Química da FAESA, com atribuições tecnológicas habilita o profissional a desempenhar as seguintes atividades:

  • Direção, supervisão, programação, coordenação, orientação e responsabilidade técnica no âmbito das atribuições respectivas;
  • Assistência, assessoria, consultoria, elaboração de orçamentos, divulgação e comercialização, no âmbito das atribuições respectivas;
  • Vistoria, perícia, avaliação, arbitramento e serviços técnicos; elaboração de pareceres, laudos e atestados, no âmbito das atribuições respectivas;
  • Exercício do magistério, respeitada a legislação específica;
  • Desempenho de cargos e funções técnicas no âmbito das atribuições respectivas;
  • Ensaios e pesquisas em geral. Pesquisa e desenvolvimento de métodos e produtos;
  • Análise química e físico-química, químico-biológica, bromatológica, toxicológica e legal, padronização e controle de qualidade;
  • Produção; tratamentos prévios e complementares de produtos e resíduos;
  • Operação e manutenção de equipamentos e instalações; execução de trabalhos técnicos;
  • Condução e controle de operações e processos industriais, de trabalhos técnicos, reparos e manutenção;
  • Pesquisa e desenvolvimento de operações e processos industriais;
  • Estudo, elaboração e execução de projetos de processamento;
  • Estudo de viabilidade técnica e técnico-econômica no âmbito das atribuições respectivas.

.

Edileuza Maria da Silva Domingos Ferreira Mestre
Flora Gomes Machado Mestre
Jhone Ramsay Andrez Mestre
José Alves Rodrigues Mestre
Kelly Fabiane Santos Ricardo Doutor
Luciano Rubim Franco Especialista
Márcio Correa Da Silva Mestre
Monica Ribeiro Mello Mestre
Mônica Trindade Pereira Sant´Anna Mestre
Ricardo Figueiredo Mestre
Vadilson Malaquias dos Santos Mestre
Viviane Guimarães Carvalho de Moura Mestre

1º Período

  • Química Geral
  • Química Geral E Experimental
  • Calculo I e Geometria Analítica
  • História da Química
  • Português Instrumental
  • Filosofia - EAD

2º Período

  • Química Analítica Qualitativa
  • Química Orgânica I
  • Cálculo II
  • Metodologia da Pesquisa
  • Sociologia - EAD
  • Pesquisa e Prática Pedagógica I

3º Período

  • Química Analítica Quantitativa
  • Química Orgânica II
  • Física I
  • Química Inorgânica I
  • Pesquisa e Prática Pedagógica II

4º Período

  • Físico-Química I
  • Química Inorgânica II
  • Física II
  • Psicologia
  • Pesquisa e Prática Pedagógica III
  • Estágio Supervisionado em Ensino I

5º Período

  • Físico-Química II
  • Química Orgânica III
  • Física III
  • Métodos Instrumentais de Análise
  • Instrumentação para o Ensino de Química
  • Estágio Supervisionado em Ensino II

6º Período

  • Química Ambiental
  • Probabilidade e Estatística
  • Operações Unitárias
  • Libras
  • Políticas Educacionais e Organização da Educação no Brasil
  • Estágio Supervisionado em Ensino III

7º Período

  • Estágio Supervisionado em Química I
  • Processos Industriais Inorgânicos
  • Corrosão
  • Higiene e Segurança Industrial
  • Processos Industriais Bioquímicos
  • Desenho Técnico

8º Período

  • Estágio Supervisionado em Química II
  • Processos Industriais Orgânicos
  • Fermentações Industriais
  • Optativa
  • Mineralogia

A inovação pode ser entendida como um conjunto de intervenções, decisões e processos que, com certo grau de intencionalidade e sistematização, alteram atitudes, culturas, ideias, conteúdos, modelos e práticas.

Aplicando-se este conceito à educação, é pertinente considerar que as inovações pedagógicas buscam novas formas para promoverem a elaboração e a administração do currículo, das relações em sala de aula e do espaço escolar, de forma diferenciada, por meio de uma perspectiva renovadora de programas e projetos, materiais curriculares, estratégias de ensino e aprendizagem, modelos didáticos, visando à construção dos conhecimentos socialmente relevantes, que permitam o desenvolvimento de uma nova formação mais compreensiva e integral dos alunos.

SAIBA MAIS

O curso de Licenciatura da FAESA forma professores com ampla visão não só da prática educacional, mas também da Educação como uma Ciência. Preocupa-se com a formação de profissionais responsáveis, reflexivos e críticos, capazes de promover, por meio dos conhecimentos em química, a transformação social e a preservação da natureza e da vida, contribuindo para o desenvolvimento de sujeitos mais conscientes de seu papel na sociedade, como seres humanos e como cidadãos.  

As disciplinas práticas e de estágio são ministradas por pedagogos e químicos, o que permite uma melhor contextualização das abordagens que relacionam teoria e prática.

O curso de Graduação em Química, modalidade Licenciatura/Bacharelado, da FAESA oferece os seguintes diferenciais:

  • Integração curricular, baseada na inter e transdisciplinaridade, dentro do curso e com áreas afins;
  • Flexibilização curricular;
  • Ambiente favorável e adequado, bem como equipamento e material didático necessário à pesquisa, experimentação e outras atividades inerentes ao curso;
  • Organização de eventos científicos que garantam aos alunos formas de estudo, produção científica e apresentação de trabalhos que extrapolem a rotina da sala de aula;
  • Atividades curriculares e extracurriculares, permitindo ao aluno o contato com o exercício da profissão desde o início do curso;
  • Participação em atividades de base social, comunitária e preventiva, além de ações de conscientização e educação da comunidade;
  • Participação efetiva dos discentes em programas de pesquisa e extensão;
  • Campo de estágio supervisionado, tanto para licenciatura como para bacharelado, por meio de parcerias com instituições de ensino e/ou Sistemas Públicos de Educação (Municipal, Estadual e Federal), e com empresas e organizações públicas e privadas.