Metáforas e projeto interdisciplinar para entender as organizações e suas características

O projeto Interdisciplinar foi realizado pelas disciplinas de Comunicação Empresarial e Introdução à Administração


Publicado em: 10 de maio de 2019

A interdisciplinaridade tem uma grande importância na construção do aprendizado dos alunos na FAESA Cariacica, ela é uma ponte para o melhor entendimento das disciplinas entre si, pois os conteúdos interagem como forma de complementação e com os trabalhos os alunos compreendem essa interação.

Os estudantes dos primeiros períodos dos cursos de Administração e Processos Gerenciais experimentaram essa interdisciplinaridade no mês de abril. Eles desenvolveram e apresentaram um trabalho realizado para as disciplinas de Comunicação Empresarial, do professor Bruno Portela e Introdução à Administração, do professor Aloísio Calve.

“Os alunos, por meio desse trabalho passam a entender um pouco mais das organizações como um todo. Estamos fazendo um trabalho em conjunto com a disciplina Comunicação Empresarial, e buscamos, por parte dos alunos, o desenvolvimento de uma síntese em relação as metáforas apresentadas no livro (Imagens da Organização, de Gareth Morgan).

“Neste projeto, cabe para a disciplina Comunicação Empresarial trabalhar a parte escrita, das apresentações, e da comunicação em relação ao conteúdo; e para a minha disciplina, ele é mais voltado para o entendimento do conteúdo em relação às organizações atuais”, conta o professor Aloísio Calve, da disciplina de Introdução à Administração.

Para ele, o projeto faz com que os alunos desenvolvam um trabalho onde há participação, atividade em equipe, interação entre os grupos, e isso é importante, pois isso também é uma realidade nas organizações. “O trabalho é uma oportunidade para eles desenvolverem suas capacidades, suas habilidades e para trabalharem de forma mais colaborativa”.

No livro, o autor utiliza metáforas para auxiliar na compreensão das organizações e as trata como máquinas, como cérebros e como prisões psíquicas, comparando cada característica dessas organizações.

Aloísio destaca também a importância da interdisciplinaridade para que os alunos possam entender como as disciplinas têm interdependência, a relação que existe entre uma disciplina e outra, quando o tema é o mesmo.

Para Vanusa de Araújo Silva, o projeto teve uma importância muito grande. “Esse projeto foi muito importante para mim. Tenho 41 anos, estava há muito tempo fora da sala de aula e o conhecimento que estou adquirindo nesse primeiro trabalho tem sido muito valioso, pois nos ajuda na hora de apresentar um projeto ou um resultado nas nossas empresas. Os temas apresentados são muito relevantes para levarmos para o nosso ambiente de trabalho e até para as nossas casas. O meu tema foi Organizações Políticas e quando o professor falou o que seria, o que veio a minha mente foi a questão dos governos, da burocracia, mas pesquisando eu descobri que é muito mais amplo, ele trata de organizações até nas nossas casas, na sala de aula, no local de trabalho. Ou seja, o trabalho tem ampliado nossa visão”, contou a estudante de Processos Gerenciais.

O livro

O autor ressalta que a ideia de organização baseada em organismos vivos se deu a partir dos problemas levantados na teoria mecanicista. A partir dessa linha, surgiram novos entendimentos de como a organização funciona e que fatores influenciam seu sucesso e bem-estar.

Em seguida o autor leva o leitor ao início do século, época em que o processo de motivação não era considerado nos estudos organizacionais e, traz os relatos de estudos, como o dirigido por Elton Mayo nos anos 20, onde ficou evidenciado que as atividades no trabalho são influenciadas pela natureza do ser humano, assim como pelo planejamento das organizações.

Morgan cita ainda a teoria motivacional de Maslow, que divide os seres humanos por grau de necessidades. Influenciados por essas ideias, surgiram novas opções à burocracia. Percebeu-se que existiam maneiras mais eficazes de motivar os trabalhadores, de acordo com suas necessidades pessoais, sem precisar pagar mais dinheiro a eles.

Confira algumas fotos das apresentações: