Artigo: O que motiva os millennials

Geração hiperconectada impõe desafios aos professores, que hoje enfrentam dificuldade para engajá-los


Publicado em: 20 de dezembro de 2017

Artigo: O que motiva os millennials

 

 

Imaginem um grupo de viajantes do tempo, entre eles médicos e professores, que saísse do final do século 19 para visitar o mundo 100 anos depois, no final do século 20. Os médicos ficariam espantados com os avanços da medicina e não saberiam como trabalhar com os novos tratamentos e tecnologias, já os professores entrariam numa escola e, desconhecendo apenas alguns itens novos, não teriam dificuldades em assumir as aulas. A amplamente conhecida parábola que abre o livro A máquina das crianças, de Seymour Papert, enfim, envelheceu.

Hoje muitas das salas de aulas sequer são assim chamadas no ensino superior. Rebatizados de ambientes de estudos ou espaços de aprendizagem, os locais são estruturados para favorecer tanto os trabalhos em grupo como as relações horizontais entre professor e aluno.

Muitas escolas também já abraçaram definitivamente em seus programas de ensino as metodologias ativas, que posicionam o aluno como protagonista em seu próprio aprendizado. Isso sem mencionar o onipresente e indispensável sinal de wi-fi, as lousas interativas e os ambientes de trabalhos virtuais, acessados por smartphones, computadores ou tablets que todos os alunos têm e dominam. (Ensino Edição 225)

Confira a matéria completa no site da Revista Ensino Superior

 


Notícias Relacionadas