Aluna de Ciências Contábeis da FAESA em Harvard

Bruna Rosa, que está no 6º período, participou do Programa para Líderes Estudantes do Século XXI


Publicado em: 1 de setembro de 2017

 

A aluna do 6º período de Ciências Contábeis, Bruna Rosa foi para Harvard participar de um curso sobre liderança. O evento foi realizado pelo Sindicado das Mantenedoras do Ensino Superior Privado (Semesp), que levou 40 alunos de todo o Brasil para participar do Program for Student Leaders of the 21st Century (Programa para Líderes Estudantes do Século XXI). A estudante teve a oportunidade de participar do programa por já ter ganhado o prêmio FAESA de Mérito Acadêmico. A própria faculdade enviou um e-mail para a aluna informando sobre a oportunidade.

Lá, os alunos participaram de aproximadamente seis workshops, nos quais os temas explorados foram: liderança, inovação, resolução de problemas, comunicação verbal e não verbal. Além disso, tiveram visitas guiadas por estudantes de Harvard e do Massachusetts Institute of Technology (MIT).

A aluna recebeu a proposta para participar do evento em abril de 2017 e decidiu ir. “Eu não tinha nada pronto, nem passaporte, nem visto. As questões relacionadas a viagem (passagem, hospedagem e alimentação) foram organizadas por uma agência de São Paulo”, relatou Bruna. Para a estudante a etapa do planejamento é fundamental e ela gostaria de ter tido outras experiências como essa antes, porém nunca teve o planejamento adequado.

Bruna recomenda a todos que tiverem oportunidade que participem de experiências como essa. “Conheci várias pessoas, fiz o famoso network, descobri coisas que era capaz e que não sabia. Testei todos os meus limites, interagi com culturas totalmente diferentes da minha. Sei que o curso irá contribuir muito, tanto para a minha vida pessoal quanto para a profissional. Essa oportunidade fez com que eu enxergasse o mundo e o ser humano de uma outra forma”, contou a aluna.

Para Bruna conquistar coisas assim é muito positivo. Se dedicar e manter o foco no que realmente quer é sempre muito importante para alcançar nossos objetivos de vida. Vencer desafios também fazem parte da jornada, como aconteceu com ela.

“Nunca vivenciei uma experiência desse tipo. Não falo absolutamente nada de inglês e foi tudo muito novo. Os workshops e as visitas tinham tradução simultânea, mas quando saía para a rua para fazer compras ou me alimentar tinha que vencer a barreira da língua. É difícil, mas é algo muito desafiador, que dá uma sede de querer buscar sempre mais. Voltei com a certeza de que mais do que nunca preciso falar inglês”.

Texto: Juliana Ramaldes (Faesa Digital)